8 dicas para lidar com uma crise de ansiedade

A ansiedade é um recurso natural de autodefesa do corpo. Porém, quando ela passa a ser constante e presente nas mais diversas situações, evolui para um transtorno mental , capaz de trazer problemas e desconfortos para a vida.

Nas situações de crise, em que aparecem sintomas psicológicos, como medo, agonia e estresse, e também físicos, como respiração ofegante e palpitação, algumas técnicas podem ajudar a lidar com o desconforto extremo. Algumas delas são:

1 – Reconhecer a ansiedade

Reconhecer o medo e analisá-lo é o primeiro passo para encarar a crise. Ao fazer isso, é possível entender a origem do medo, definir se a sensação de perigo é real, e então, relaxar um pouco.

2 – Praticar a respiração profunda

Respirar profundamente pode ajudar a reduzir o estresse e a fornecer oxigênio ao cérebro para aumentar o foco. É aconselhado respirar profundamente, no mínimo, oito vezes por minuto, até ser possível notar o relaxamento muscular e a clareza de pensamentos.

3 – Praticar o relaxamento muscular progressivo

Este é o processo de desacelerar por meio do corpo e relaxar cada grupo muscular. Isso tem duas finalidades: forçar a concentração em algo que não seja o medo e, simultaneamente, relaxar os músculos.

O exercício consiste em enrijecer os músculos do corpo, começando pelo rosto e indo até o pé, por dez segundos e, em seguida, liberar a pressão, até sentir que todas as partes estão relaxadas.

4 – Tentar substituir pensamentos

Este é o processo em que se impede a criação de pensamentos produtores de ansiedade e os substituem por reflexões que tragam felicidade ou paz. Por exemplo, trocar a sensação de medo de viajar de avião, pela felicidade de chegar ao local desejado.

5 – Usar a imaginação guiada

Na mesma ideia de criar pensamentos, guiá-los para um local de paz e tranquilidade contribui para amenizar o problema. Ao adicionar elementos a essa cena, a mente fica focada no campo da imaginação, e os pensamentos são distraídos.

6 – Não ficar parado

Ficar deitado ou parado, deixando a sensação desagradável tomar conta dos sentidos, não é a forma mais aconselhável para lidar com a crise. Por isso, é importante distrair a mente e o corpo com uma uma tarefa, seja ela limpar, desenhar, ligar para um amigo, enfim, qualquer atividade para se mantê-los ocupados.

7 – Fazer exercícios

Da mesmo forma, fazer com que o corpo se mexa libera endorfinas que são responsáveis pelo aumento da sensação de paz e de felicidade. Exercício leve, como a caminhada, ajuda a relaxar mais que esportes agressivos ou treinos de resistência.

8 – Procurar um amigo

Ao sentir a chegada da crise de ansiedade, ligar para um amigo ou membro da família pode ajudar a distrair a mente. Caso ela seja recorrente, também é possível ensiná-los a como agir nesse momento, para ajudar quando preciso.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em São Paulo

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp